O que se sabe da safra de trigo 2022

Levantamento atualizado sobre a estimativa para a safra de trigo no Rio Grande do Sul foi divulgada, nesta semana, pela Emater/RS Ascar, mostrando que está prevista a maior área da cultura desde 1980, com 1,4 milhão de hectares implantados.

Este incremento é creditado ao cenário de com preços favoráveis e liquidez do grão, além do avanço que vem se consolidando a partir de tecnologias disponíveis e do aumento do preparo do produtor rural para este cultivo. A instituição ainda pontua a tentativa dos produtores em reverter o quadro da safra de verão, que foi afetada pela estiagem.

Ainda conforme o levantamento, o Estado gaúcho poderá colher a maior safra de inverno em 2022, com uma perspectiva de produção total de 5 milhões de toneladas de grãos – aumento de 11,9% em relação ao ano anterior.

Este volume é a soma da estimativa feita para a cultura do trigo, de 3,9 milhões de toneladas, 870,2 mil toneladas de aveia branca, 108,6 mil toneladas de cevada e 91,3 mil toneladas de canola. A área implantada para fins comerciais está projetada em 1,89 milhão de hectares, um incremento de 14,6% em relação à extensão das lavouras no ano passado.

outras análises de cenário

  • No Paraná, a safra 2022 de trigo deve registrar uma produção de 3,871 milhões de toneladas, 21% acima das 3,208 milhões de toneladas colhidas na temporada 2021. A produtividade média é estimada em 3.305 quilos por hectare, acima dos 2.632 quilos por hectare registrados na temporada 2021. As informações são da consultoria Safras & Mercado.

 

  • De acordo com dados divulgados em maio pela Conab, a safra 2022/23 deve somar produção de 8,13 milhões de toneladas, 5,9% acima da temporada passada. A área destinada ao cereal deve ser de 2,82 milhões de hectares, 3% maior que em 2021, e a produtividade, de 2,88 toneladas/hectare, alta de 2,8%. O consumo está projetado em 12,76 milhões de toneladas, 5% acima da estimativa de 2021. A disponibilidade interna está prevista em 14,96 milhões de toneladas, recuo de 3,4% em comparação a 2021. As informações são do Cepea.

 

  • Dados do USDA indicaram em maio redução da produção e dos estoques da safra 2022/23, com a relação estoque/demanda indo para o menor patamar em oito safras. A produção mundial 2022/23 deverá ser de 774,8 milhões de toneladas, 0,6% inferior à temporada anterior, com baixa expressiva na Ucrânia, Austrália e Argentina. O USDA estima consumo mundial de 787,5 milhões de toneladas em 2022/23, 0,4% inferior ao de 2021/22. As informações também são do Cepea.

Deixe uma resposta