Digitalização de informações torna agricultura mais eficiente

Apps de gerenciamento de produção de sementes e rastreabilidade contribuem para gestão dos negócios e maior eficiência no campo

A modernização do agronegócio permite que maior parte dos processos seja digitalizada e que a gestão seja ainda mais eficiente. Em meio ao complexo cenário de elevação de custos, ser eficiente é uma das grandes façanhas, seja dentro ou fora da porteira.

Quando se trata da produção de sementes, que é um produto de valor agregado dentro do agronegócio – não por nada, mas ali está grande parte do potencial produtivo do setor –, é fundamental que todos os elos da produção estejam interligados, com registros dos manejos e processos, desde os campos até a unidade de beneficiamento e o direcionamento para as revendas e clientes.

Com a expertise de profissionais que entendem de todos os processos dentro de uma empresa de sementes, bem como do contexto do entorno, a O Agro tem fortalecido o trabalho de melhorias em soluções como o software Sementes Rastreadas e o SR Campo.

O Software Sementes Rastreadas possibilita registrar diversas etapas e manejos, traduzindo isso posteriormente por meio da rastreabilidade, onde o produtor pode consultar determinadas informações como os índices de vigor e germinação e, com base nisso, planejar o seu investimento em sementes através do cálculo de plantabilidade.

Além disso, consegue visualizar em que áreas esta semente foi multiplicada e o histórico completo da condução por parte do produtor de sementes destes campos de produção. A ferramenta que já está consolidada no mercado, tem auxiliado diversas empresas nesta etapa do processo.

– É uma ferramenta que permite aproximar o agricultor do produtor de sementes e de todos os processos que envolvem este trabalho. O mercado de sementes é um dos mais competitivos dentro do agronegócio, por isso, ter uma ferramenta que retrate isso ao agricultor é estratégico nos dias de hoje. É fortalecer um ativo muito importante, a confiança – assinala o doutor em Produção de Sementes, o agrônomo Alexandre Gazolla, que é um dos diretores da O Agro.

Dr. Alexandre Gazolla

Segundo o gerente comercial da O Agro, Éverton Lizot, com a ferramenta é possível ter registros importantes desde a implantação dos campos de multiplicação, até os registros documentais para que os lotes possam ser comercializados.

– Nos preocupamos em ofertar uma solução bem completa neste sentido, possibilitando a integração com demais sistemas de gestão que as empresas utilizam, permitindo a unificação dos dados e um maior aproveitamento das informações e do tempo de usuários e agentes envolvidos no processo produtivo. Desta forma contribuímos com a nossa expertise no assunto em um caráter mais consultivo – salienta Lizot, que é especialista em Tecnologia e Produção de Sementes.

O sistema

(Design: Bernardo Lise/O Agro)

O Sementes Rastreadas conta com cinco módulos, por meio dos quais é possível registrar informações dos campos de produção, da unidade de beneficiamento, do controle de qualidade, da documentação oficial e da rastreabilidade on-line.

Ele conta também com o SR Campo, que permite o gerenciamento digital de todo o processo de registros e multiplicação dos campos de produção de sementes, beneficiando os responsáveis técnicos e os demais agentes que atuam nesse processo, favorecendo um controle rigoroso de tudo o que é feito nas etapas de planejamento e estabelecimento das áreas.

Com isso, é possível identificar os cooperados e campos incluindo localização geográfica, fotos e áudios; além da parte documental, como laudos de vistorias, já com assinatura eletrônica dos documentos. Todas essas informações podem ser coletadas diretamente no campo com uma versão mobile, dando mais agilidade e praticidade para a equipe.

Éverton Lizot

– Inicialmente, o SR Campo é uma alternativa para as empresas produtoras de sementes conhecerem nosso trabalho. Já o Sementes Rastreadas é a mais completa solução disponível no mercado – pontua o gerente.

Fale conosco:

(55) 9.9707-0909 | contato@oagro.com.br

Deixe uma resposta