Estados do Sul dão pontapé na semeadura de soja nesta segunda-feira

Tendo em vista a necessidade de preservar tecnologias diante de problemas sanitários como a ferrugem asiática, calendário de semeadura tem obrigatoriedade em mais regiões brasileiras

Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina são os primeiros Estados que podem dar o “start” ao plantio da soja, conforme o calendário de semeadura de soja referente à safra 2021/2022. O calendário é estabelecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Portaria nº 389.

Trata-se de uma medida fitossanitária implementada no Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja (PNCFS). Esta tem como principal objetivo racionalizar o número de aplicação de fungicidas e reduzir os riscos de desenvolvimento de resistência do fungo Phakopsora pachyrhizi às moléculas químicas utilizadas no controle desta praga.

Segundo informações do Mapa, esses calendários foram estabelecidos a partir das sugestões de Agências Estaduais de Defesa Agropecuária e do Zoneamento Agrícola de Risco Climático, ajustados em função das condições peculiares de cada região produtora.

Um dos responsáveis pelo setor de Desenvolvimento de Mercado da O Agro, o tecnólogo em Agronegócio Everton Lizot lembra que para os produtores de sementes, estes registros precisam ser feitos nas plataformas de controles relacionados aos manejos dos campos de produção. Uma das possiblidades é utilizar o app Sementes Rastreadas, da agtech gaúcha, em que é possível registrar e acompanhar todas as atividades e aplicações que ocorreram nas áreas de produção, desde a semeadura até a colheita. Esse registro das informações pode ser realizado pelo próprio cooperado ou pelo responsável pela empresa produtora de sementes, mediante acesso seguro ao sistema.

– Este é um momento importante, porque todos estão preocupados em estabelecer com qualidade esses campos produtivos, e é crucial deixar esses registros atualizados, para que os relatórios possam ser emitidos e monitorados com mais precisão – ressalta o profissional.

Confira as demais datas dos calendários de cada Estado, produtor:

Acre: 21 de setembro de 2021 a 8 de fevereiro de 2022

Alagoas: 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022

Amapá: 1 de março de 2022 a 19 de julho de 2022

Bahia: 1 de outubro de 2021 a 18 de fevereiro de 2022

Ceará: 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022

Distrito Federal: 25 de setembro de 2021 a 12 de fevereiro de 2022

Goiás: 25 de setembro de 2021 a 12 de fevereiro de 2022

Maranhão: Região I1 – 1 de dezembro de 2021 a 20 de abril de 2022; Região II2 – 21 de novembro de 2021 a 10 de abril de 2022; e Região III3 – 1 de outubro de 2021 a 18 de fevereiro de 2022

Minas Gerais: 25 de setembro de 2021 a 12 de fevereiro de 2022

Mato Grosso: 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022

Mato Grosso do Sul: 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022

Pará: Região I4 – 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022; Região II5 – 1 de novembro de 2021 a 21 de março de 2022; e Região III6 – 16 de novembro de 2021 a 5 de abril de 2022

Paraná: 13 de setembro de 2021 a 31 de janeiro de 2022

Piauí: Região I7 – 1 de dezembro de 2021 a 20 de abril de 2022; Região II8 – 1 de novembro de 2021 a 21 de março de 2022; e Região III9 – 1 de outubro de 2021 a 18 de fevereiro de 2022

Rio Grande do Sul: 13 de setembro de 2021 a 31 de janeiro de 2022

Rondônia: Região I10 – 11 de setembro de 2021 a 29 de janeiro de 2022; e Região II11 – 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022

Roraima: 20 de abril de 2022 a 7 setembro de 2022

Santa Catarina: 13 de setembro de 2021 a 31 de janeiro de 2022

São Paulo: 16 de setembro de 2021 a 3 de fevereiro de 2022

Tocantins: 1 de outubro de 2021 a 18 de fevereiro de 2022

Acesse o documento completo, publicado no Diário Oficial da União: Portaria nº 389, de 1º de setembro de 2021

___________________________________________________________________________

QUER SABER MAIS SOBRE AS SOLUÇÕES DA O AGRO? FALE COM O NOSSO TIME E SOLICITE UM ORÇAMENTO!
(55) 9.9707-0909 | (54) 3194-0098 | CONTATO@OAGRO.COM.BR

Deixe uma resposta