A rastreabilidade é muito mais do que um QR Code

Mesmo que não seja uma novidade, a rastreabilidade de alimentos ainda gera muitas dúvidas à cadeia produtiva de alimentos. Vamos a mais recorrente destas: “Tendo um código de rastreabilidade na embalagem estou adequado a INC 02/2018?”. Bom, isso vai depender das informações que você está disponibilizando através deste código. A rastreabilidade de alimentos não se limita a um QR Code nas embalagens, este é apenas uma ferramenta de acesso às informações detalhadas do produto.

Existem registros mínimos obrigatórios que estão dispostos nos Anexos I e II da Instrução Normativa Conjunta 02/2018, do Mapa e da Anvisa, que regem a rastreabilidade de alimentos e que devem ser seguidas para, de fato, o alimento ter a sua origem garantida no ponto de vista da lei. Confira quais são estes registros:

Fonte: INC 02/2018

Estas são informações obrigatórias mínimas. Você pode, ainda, incluir diversas outras na consulta, como um breve histórico da sua empresa, receitas, fotos do local de produção, avaliação do produto, entre outros itens para despertar o interesse do consumidor e fortalecer a sua marca no mercado. Lembrando: todos os entes envolvidos na cadeia produtiva de vegetais frescos são responsáveis por disponibilizar e manter as informações obrigatórias dos elos anterior e posterior de cada alimento. Esses entes referem-se aos produtores, distribuidores e supermercados.

Identificando a rastreabilidade em alimentos

Já abordamos esse assunto aqui no blog, mas é sempre bom lembrar para reforçarmos a importância da rastreabilidade como ferramenta de transparência ao consumidor. Segundo a INC 02/2018, a identificação da rastreabilidade em produtos vegetais frescos “pode ser realizada por meio de etiquetas impressas com caracteres alfanuméricos, código de barras, QR Code, ou qualquer outro sistema que permita identificar os produtos vegetais frescos de forma única e inequívoca”. Essa identificação pode estar presente nos próprios alimentos ou em seus envoltórios: caixas, sacarias e demais embalagens.

Clicando aqui é possível conhecer alguns formatos utilizados pelos clientes O Agro. Inclusive, entender a estruturação de cada um destes e ficar por dentro de como identificar a rastreabilidade em alimentos.

Muito mais do que apenas se adequar à legislação, essa ferramenta pode auxiliar em aspectos como gestão, transparência, confiança com clientes e diferenciação no mercado. Se você tiver interesse, nossa equipe está disposta a explicar sobre a rastreabilidade e sobre como funciona o nosso sistema, o Origem Garantida.

 

Entre em contato:

(55) 9.9707-0909
(54) 3194-0098
contato@oagro.com.br

Deixe uma resposta