Quais são os setores produtivos do agronegócio?

A participação do Agronegócio no Brasil

O agronegócio é uma atividade em constante crescimento no Brasil, pois mesmo com a atual crise causada pela pandemia, a expectativa ainda é de alta nesse setor.

Antes de nos aprofundarmos no tema central deste texto, vamos a uma definição sucinta do termo agronegócio: é o conjunto de operações e fatores econômicos da cadeia produtiva agropecuária contendo todas as instituições que contribuem com o setor.

O Brasil tem crescido no cenário mundial como um dos maiores produtores de alimentos, tendo inclusive potencial para liderar a produção mundial nas próximas décadas. Temos diversos recursos para chegar lá, principalmente os climáticos, e estamos passando por uma rápida e assertiva modernização das tecnologias disponíveis no meio rural.

Todos esses fatores explicam as altas constantes e anuais do PIB do agronegócio. Atualmente, somente o setor do agronegócio representa 21,1% do PIB brasileiro, segundo dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), sendo responsável por metade das exportações que saem do país. Isso demonstra o poder do agro sobre o saldo positivo na balança comercial brasileira, e também mostra a tendência de que esse setor será um dos que alavancará a recuperação da economia no cenário pós-pandemia.

Os setores do agronegócio na economia

Agora que comprovadamente já visualizamos o agronegócio como um dos pilares da economia brasileira, vamos conhecer mais sobre os setores dessa atividade.

O agronegócio abrange os três setores da economia, sendo eles: setor primário,  secundário e terciário. Ao explicarmos como funciona o agronegócio, é importante saber quem são os integrantes desses diferentes setores, separados por níveis e definidos como:

  • Setor primário: produtores rurais, agricultores e pecuaristas;
  • Setor secundário: agroindústrias e indústrias de insumos agrícolas;
  • Setor terciário: transportadoras, distribuidores e comerciantes de produtos agrícolas.

Os Setores Produtivos do Agronegócio

Há ainda outra forma de definir os setores, de acordo com a atividade desenvolvida. Diversas atividades integram a cadeia produtiva do agronegócio, com os mais variados perfis, e com diversos tipos de produtores rurais, desde pequenos, médios e grandes.

O agronegócio é dividido em cinco principais setores produtivos: insumos, produção, processamento e transformação, distribuição e consumo e serviços de apoio.

Estão inclusos nesses setores atividades das mais variadas empresas agrícolas, como pecuária, fabricantes de defensivos agrícolas (fertilizantes e herbicidas), desenvolvedoras de sementes para plantio, fabricantes de máquinas e equipamentos rurais, fábricas produtoras de rações, frigoríficos de abate e beneficiamento, empresas de laticínios, fabricantes de sucos, moinhos, armazéns e silos de armazenagem de grãos, atacadistas, distribuidores e exportadores, entre outros.

Com essas informações você já tem uma ideia da dimensão e da diversidade deste mercado. E os dados confirmam tudo isso: o Brasil ocupa a 4ª posição no ranking mundial de produção de alimentos. Conhecer bem o mercado agro permite ter os fundamentos necessários para tomada de decisões e identificar qual setor produtivo você se encaixa melhor e deseja realizar os seus investimentos.

Deixe uma resposta