Identificando danos mecânicos em sementes de soja: teste de hipoclorito de sódio

Você já ouviu falar ou realiza o teste de hipoclorito de sódio nas sementes de soja? Esse teste é uma forma de avaliação muito importante para quantificar e avaliar os danos mecânicos causados durante o processo de produção. O hipoclorito de sódio pode ser realizado no momento da colheita, para avaliar os danos provenientes da colhedora, ou no momento do beneficiamento, para analisar os danos ocasionados pelos equipamentos de transporte, que podem estar inapropriados ou desajustados.

É importante destacar que os danos mecânicos nas sementes são limitantes de produtividade, por isso é essencial fazer testes como o hipoclorito de sódio, com o objetivo de identificar o que pode e precisa ser melhorado no processo produtivo.

PREPARANDO OS MATERIAIS PARA FAZER O TESTE DE HIPOCLORITO DE SÓDIO

Vamos então falar sobre como é feito esse teste? Para auxiliar, nos baseamos em uma circular técnica publicada pela Embrapa. São necessários os seguintes itens:

  • Recipientes plásticos perfurados ou peneiras, onde caibam 100 sementes; bacias, copos ou bandejas plásticas para a imersão das sementes; papel toalha;
  • Hipoclorito de sódio (NaClO), solução a 5,25% e água;
  • Solução estoque de hipoclorito de sódio (5,25%), preparada conforme a tabela a seguir:
Fonte: Embrapa
  • Solução de trabalho: dose 25 ml da solução estoque (acima) e complete com 975 mL de água para obter 1 litro de solução. Essa solução é a indicada para a avaliação da ocorrência de dano mecânico na semente de soja e deve ser mantida em embalagem fechada quando não em uso.
PASSO A PASSO: COMO FAZER O TESTE?

Tendo preparado todos os materiais, é a hora de fazer o teste propriamente dito. Confira o passo a passo:

  • Conte pelo menos duas ou mais repetições de 100 sementes cada, excluindo aquelas com dano aparente e as visualmente identificadas como quebradas.
  • O segundo passo é imergir totalmente as sementes selecionadas na solução de trabalho. Observe na figura a seguir como fica:
Fonte: Embrapa

Passados 10 minutos, você pode escorrer a solução com a peneira e espalhar as sementes sobre um papel toalha para avaliação. Lembrete importante: deixe as sementes por, no máximo, 10 minutos na solução. Se você deixar mais que isso, até as sementes que não estão danificadas podem absorver o líquido.

  • Em cada uma das repetições, separe e conte o número de sementes que embeberam, ou seja, aquelas que absorveram a solução, o que significa que sofreram algum dano mecânico. Confira a imagem:
Fonte: Embrapa
ORGANIZANDO OS DADOS E ANALISANDO OS RESULTADOS

Tão importante quanto realizar o teste de hipoclorito de sódio, é registrar os dados que surgem dele. Mesmo com a correria do dia a dia e os diversos lotes de sementes, é necessário deixar esses registros organizados e disponíveis para consultas futuras. Nossos clientes, por exemplo, utilizam o Sementes Rastreadas, sistema que conta com uma versão web e um aplicativo. Na imagem a seguir dá pra ver um pouco de como é feito o registro dessas informações no app, que possui ainda outras funcionalidades.

Na hora de analisar os resultados, se o percentual de sementes embebidas for superior a 10%, significa que há muito dano mecânico e que é necessário efetuar ajustes na colhedora ou correções nos equipamentos de transporte na linha de beneficiamento.

Os principais exemplos de medidas a serem tomadas diante desse resultado são: troca de elevadores e correias transportadoras, instalação de escadas transportadoras de sementes na hora da descarga, secadores, entre outros.

Por fim, se você quiser saber a quantidade total de sementes danificadas, pegue o resultado do teste de hipoclorito de sódio e some com aquelas sementes com danos aparentes e visualmente identificadas, que foram selecionadas lá no começo.

Podemos perceber então que o hipoclorito de sódio é um teste relativamente simples, mas de extrema importância para identificar limitantes de produtividade. E aí, ficou com alguma dúvida ou tem algo pra compartilhar com a gente? Converse com nossa equipe e inscreva-se no nosso blog para receber em primeira mão mais conteúdos como este.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s